Como as condições de rodovias impactam na logística das empresas?

janeiro 17 2019

Para funcionar, as empresas brasileiras precisam se preocupar com uma série de questões que extrapolam a rotina interna. Otimizar a infraestrutura operacional — no que compete às condições de rodovias para o escoamento de produtos, por exemplo — é um desafio diário e deve ser uma prioridade para as empresas que buscam a competitividade.

Se você procura informações sobre o tema, não deixe de ler o conteúdo até o fim! Neste texto, você entenderá um pouco mais sobre os impactos logísticos negativos causados pela precariedade das rodovias brasileiras

Além disso, também saberá de que forma é possível se preparar para atenuar eventuais transtornos e prejuízos. Preparado? Vamos em frente e boa leitura!

Como as condições de rodovias impactam na logística?

De acordo com um levantamento divulgado pelo Instituto ILOS, o transporte rodoviário é o meio prioritário para escoamento de cargas no Brasil. Ainda que tenha havido certa preocupação do Governo para expandir a implementação de outros modais, as rodovias ainda respondem por 67% de todo o trânsito de cargas.

Dessa realidade derivam alguns panoramas pouco animadores acerca das condições das estradas brasileiras. Primeiro, a intensa movimentação de caminhões contribui diretamente para desgastar as rodovias, que se tornam cada vez mais precárias.

Em paralelo, a gestão ineficiente da principal infraestrutura de escoamento, que não acompanha o fluxo de demanda, acaba por danificar os veículos de carga, causando prejuízos às transportadoras (em função de recorrentes atrasos na entrega) e onerando o frete dos produtos.

Somada a isso, também é latente a preocupação com a segurança nas estradas: o risco de assaltos, por exemplo, causa muita insatisfação às empresas e às transportadores e coloca em risco a vida dos motoristas.

Trata-se, em essência, de uma cadeia bastante negativa: ruim para as empresas, ruim para os motoristas e, claro, também ruim para o consumidor — que precisa pagar mais pelos produtos que deseja.

Como lidar com as dificuldades logísticas ligadas às condições de rodovias?

Embora seja um problema constatado, a resolução da questão está longe de ser simples e rápida. Por isso, é essencial que os gestores sejam capazes de lidar com as dificuldades impostas pelas condições logísticas.

Para driblar as más condições de escoamento rodoviário (lembrando que, de acordo com um ranking da CNT, as piores estradas estão no norte, nordeste e centro-oeste do Brasil), é válido tecer estratégias para maximizar a eficiência do transporte de cargas.

Procure parceiros comprometidos

O crescimento de uma operação também está diretamente ligado à qualidade das relações comerciais que ela estabelece. Afinal, apenas ao contar com parceiros alinhados ao propósito do negócio e comprometidos com os resultados esperados, é possível potencializar a performance do negócio — inclusive no que tange ao escoamento eficiente de cargas.

Invista em tecnologia de gestão

A tecnologia é uma grande aliada das empresas competitivas. Ao promover uma administração mais integrada, transparente e segura, os sistemas de gestão permitem que haja menos retrabalho e mais entrega, otimizando os recursos da organização.

No caso do escoamento de mercadorias, os softwares garantem mais confiabilidade nos dados e mais previsibilidade às entregas.

Acompanhe indicadores com regularidade

De nada adianta implantar métricas e negligenciar o acompanhamento dos indicadores de performance. Por isso, é importante que os gestores estejam plenamente envolvidos no monitoramento dos números de sua operação.

Os cálculos para valores de frete e custos de escoamento, por exemplo, são facilmente acionados e, assim, ações derivadas dessa análise podem ser implementadas. Ou seja: mesmo as condições de rodovias podem ser expressas vias relatórios de controle.

O conteúdo foi útil e te fez repensar posturas e estratégias? Aproveite para continuar aprendendo e veja como é possível reduzir os custos logísticos para ter uma operação cada vez mais lucrativa. Até a próxima!