Transporte de cargas urgentes: conheça o papel da tecnologia

setembro 14 2017

A tecnologia desempenha um papel importante em diferentes segmentos do mercado, inclusive no transporte rodoviário. Já existem vários sistemas avançados para rastrear e monitorar a carga, reduzindo as possibilidades de falhas e atrasos.

Este post mostrará como a tecnologia pode ajudar no transporte de cargas urgentes — aquelas que precisam ser realizadas o mais rapidamente possível. Confira!

A logística de emergência e as cargas urgentes

Quando as cargas são urgentes é preciso contar com uma logística desenvolvida e eficiente. Nesse sentido, existe a logística de emergência — ou de urgência. Ela é aplicada quando é preciso transportar cargas específicas ou que devem ser entregues rapidamente.

As cargas urgentes exigem modais de transporte mais rápidos, como o transporte aéreo ou o transporte rodoviário dedicado. Entre as cargas urgentes estão peças para linha de produção parada, produtos perecíveis, órgãos para transplante, vacinas, cargas valiosas, frágeis, restritas ou vivas.

Geralmente, essas entregas são feitas por meio do modal aéreo, mas é necessário realizar um planejamento considerando os prazos, os cuidados no transporte e na entrega, a distância a percorrer, os custos, a cotação do frete e os riscos envolvidos. É fundamental que os gastos não comprometam a lucratividade da empresa.

De qualquer modo, o transporte rodoviário dedicado é uma opção, mas precisa contar com a tecnologia adequada que garanta a eficiência e a velocidade dos processos e das operações logísticas.

Os softwares de gestão

Certamente, os softwares de gestão são fundamentais para as cargas urgentes, pois conferem mais rapidez na entrega sem comprometer a qualidade dos serviços. Existem softwares destinados especificamente à gestão logística — é o caso do WMS e TMS.

WMS é o sistema de gerenciamento de armazéns. Ele serve para gerenciar o fluxo de entregas, os recebimentos, a armazenagem, a separação e a expedição dos pedidos, permitindo maior facilidade na identificação dos produtos dentro do estoque.

O sistema WMS é constituído por softwares que aprimoram as atividades no armazém, propiciando um nível mais elevado de controle e de rastreamento na movimentação dos produtos.

O TMS é o sistema de gerenciamento de transporte. Ele serve para gerenciar e medir o desempenho de cada operação, oferecendo dados em tempo real por meio de GPS. Para cargas urgentes, o TMS contribui administrando frotas e fretes — e conferindo ao gestor maior controle integrado sobre os custos.

Entre os processos permitidos pelo TMS destacam-se: cadastro de funcionários, estoque de peças, itens de consumo, cálculo de fretes, emissão de relatórios de desempenho, tabelas e outras coisas.

O TMS permite que seja instalado um rastreador via satélite no veículo, o que favorece seu acompanhamento pela empresa transportadora. Com o rastreador, é possível monitorar em tempo real a frota, mantendo controle sobre o tráfego e a velocidade desenvolvida pelo motorista — o que contribui para uma entrega mais rápida e mais segura.

O sistema de gestão de frotas também é muito útil. Ele é focado exclusivamente na administração da frota — atuando de forma semelhante ao TMS —, mas pode ser muito eficiente no caso de cargas urgentes.

Com esse sistema, o gestor usufrui de benefícios como: monitoramento do consumo de combustível, administração das manutenções, controle de perícias técnicas, organização da escala dos motoristas, transmissão dos documentos, geração de relatórios baseados em indicadores de desempenho que possibilitam aprimorar a utilização da frota.

Os roteirizadores

As cargas urgentes exigem uma roteirização ainda mais cuidadosa e, ao mesmo tempo, mais rápida. Os sistemas de roteirização permitem que o gestor identifique alternativas de rotas por meio de mapas digitalizados, sem a necessidade de enfrentar rotas desnecessárias que só servem para atrapalhar o transporte dedicado.

Os sistemas de roteirização ajudam a reduzir de forma efetiva a distância entre a origem e o destino da carga.

A radiofrequência

A radiofrequência pode otimizar a identificação dos itens nos estoques e facilitar o acompanhamento do veículo em seu trajeto, já que permite localizá-lo mesmo em espaços fechados — o que não é possível com os rastreadores via satélite.

A vantagem da radiofrequência é que ela identifica os produtos usando os sinais de rádio que são captados por um leitor específico, mesmo à distância. Dessa maneira, é possível agilizar a expedição dos pedidos.

Os produtos recebem etiquetas RFD (baseadas em chips ou tags) para que seja possível fazer a leitura por radiofrequência. Essa tecnologia pode ser usada em conjunto com os códigos de barras, de modo a melhorar ainda mais os resultados.

A telemetria

A telemetria é uma das melhores tecnologias quando se fala em cargas urgentes e segurança no transporte. Trata-se de um monitoramento em tempo real, com capacidade de armazenamento de dados com até 180 dias de histórico.

Com a telemetria, é possível visualizar os deslocamentos dos veículos da frota e até dos veículos que estão próximos a eles. A telemetria também permite a emissão de relatórios detalhados.

Quanto às vantagens do sistema, podemos citar:

  • controle de toda a rota da frota, visualizando os desvios da rota planejada e identificando fraudes dos motoristas;
  • prevenção de roubos e acidentes (permite o acompanhamento em tempo real através do mapa);
  • elaboração de relatórios;
  • alertas em tempo real (permite avisos sobre troca de pneus, de óleo, validade da habilitação dos motoristas e do tempo de condução, evitando gastar tempo com revisões desnecessárias);
  • identificação do ponto exato onde o veículo está e a atividade que está desenvolvendo (descarregamento, abastecimento, descanso, congestionamento).

O sistema de entregas rápidas

Outra forma de favorecer a entrega de cargas urgentes é quando a empresa já oferece o sistema de entregas rápidas. Essa tem sido uma prática comum entre algumas transportadoras, independentemente da natureza da carga.

Muitas empresas já realizam a entrega de cargas no mesmo dia em que foi realizada a compra ou dentro de um período muito curto. Muitas dessas entregas estão restritas a um perímetro específico.

Para oferecer esses serviços, a empresa necessita de uma boa infraestrutura e de uma boa rede de fornecedores e distribuidores. Quanto melhor for essa infraestrutura, mais abrangente poderá ser a área de entrega.

O uso de outras tecnologias

Outras tecnologias que podem ser usadas envolvem os diferentes aplicativos que otimizam a comunicação entre a empresa e seus funcionários — estes podem ser instalados em celulares, tablets e outros aparelhos mobile. O computador de bordo também é uma importante ferramenta de controle e ajuda a dirimir conflitos e a agilizar operações.

Algumas tendências importantes são a da internet das coisas — baseada na integração entre diferentes plataformas e dispositivos (o que confere mais agilidade na execução das atividades logísticas) — e os drones, que estão sendo testados pela Amazon para realizar entregas muito rápidas.

Com o desenvolvimento dos drones, por exemplo, o sistema de entregas de cargas urgentes permitirá que as empresas alcancem áreas muito distantes, incluindo regiões de difícil acesso, como zonas rurais e locais de infraestrutura defasada.

Quer ficar sempre por dentro das tecnologias utilizadas para cargas urgentes? Siga a nossa página no Facebook e não perca nenhuma das nossas postagens!

Write a Reply or Comment